Kátia Maria Aguiar Fernandes nasceu em 1965, em São Paulo, SP, Brasil, e vive atualmente em Itu, SP.
      Arquiteta e Urbanista graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo FAUUSP - em 1986, vem exercendo ativamente sua profissão nas duas áreas desde então.
Foi ainda na Universidade que começou seus estudos e paixão pela fotografia e pela pintura. As noções de espaço, formas, cores, sombra e luz; os conceitos de harmonia, do belo e do agradável ao olhar; o conhecimento da arte, da história e da história da arte a auxiliaram em sua profissão e a construir suas expressões de arte na fotografia, no desenho e na pintura.
Através destes veículos, procura traduzir seus pensamentos e sentimentos, sobre si e o que a rodeia, num Universo de imagens, traços, pinceladas, cores e texturas.
Em seu trabalho, une-se às inúmeras pessoas que fazem da arte e da fotografia um chamado para a reconexão do Homem à Terra, como forma de cura para ambos. Uma pequena contribuição para os esforços de preservação e restauração do equilíbrio do planeta.

“Precisamos de um planeta sadio para sobreviver, como precisamos do nosso corpo e mente sadios, e ele assim será quando aprendermos a respeitar a Natureza e tudo o que nos cerca na mesma medida que aprendemos a amar a nós mesmos.
Que possamos honrar aqueles que nos precederam e nos deixaram este planeta tão lindo, fazendo o que estiver em nossas mãos para transformá-lo em um lugar melhor para todos os que aqui vivem e para aqueles que nos sucederão.”

Em suas palavras, reside o propósito de suas imagens. Arte como ferramenta de conexão.
Em seus mais recentes estudos, a imagem adquire o propósito terapêutico de fazer uso dos estímulos visuais, ativando a percepcão sensorial de quem observa uma fotografia ou pintura, a fim de interferir positivamente em seu corpo e sua mente, trazendo bem estar e qualidade de vida. A continuada observação da imagem em um determinado espaço transforma-se, assim, em instrumento de cura.
Kátia Maria Aguiar Fernandes was born in 1965, in São Paulo, SP, Brazil, and currently lives in Itu, SP.
      Architect and Urbanist, graduated from the Faculty of Architecture and Urbanism of the University of São Paulo - FAUUSP, in 1986, she has been actively practicing her profession in both areas since then.
    It was at the University that she began his studies and passion for photography and painting. The notions of space, shapes, colors, shadow and light; the concepts of harmony, the beauty and the pleasant to look at; the knowledge of art, history and art history helped her in her profession, as to build her expressions of art in photography, drawing and painting.
      Through these vehicles, she seeks to translate her thoughts and feelings, about herself and all surroundings, in a Universe of images, lines, brushstrokes, colors and textures.
     In her work, she joins the countless people who use art and photography as a call for the reconnection of Man to Earth, as a way of healing for both. A small contribution to the efforts to preserve and restore the balance of the planet.
     “We need a healthy planet in order to survive, as we need our healthy body and mind, and so they will be when we learn to respect Nature and everything around us to the same way we learn to love ourselves.
     May we honor the ones who preceded us and gave us this beautiful planet, by doing whatever we can to make it a better place for all who live here, and for those who will succeed us.”
     In his words, lies the purpose of his images. Art as a connection tool.
     In its most recent studies, the image acquires a therapeutic purpose by making use of visual stimuli, activating the sensorial perception of those who observe a photograph or painting, in order to positively interfere in their body and mind, bringing well-being and quality of life. . The continued observation of an image in a space thus becomes an instrument of healing.

Back to Top